Editora Arqueiro - Lançamento Maio - O guia definitivo do mochileiro das galáxias.

                              
                               GUIA DEFINITIVO DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS

O guia definitivo do mochileiro das galáxias -
Douglas Adams.
FICHA TÉCNICA
LANÇAMENTO: 02/05/2016 
TÍTULO ORIGINAL: THE ULTIMATE HITCHHIKER’S GUIDE TO THE GALAXY 
TRADUÇÃO: CARLOS IRINEU DA COSTA, MARCIA HELOISA AMARANTE GONÇALVES E PAULO HENRIQUES BRITTO 
FORMATO: 16 X 23 CM 
NÚMERO DE PÁGINAS: 672 

PESO: 870.00 KG 
ACABAMENTO: CAPA DURA 
PREÇO: R$ 69.90                                                                           gÊNERO: fICÇÃO - fICÇÃO CIENTÍFICA                                                                         
                            Editora Arqueiro     



Pela primeira vez, foi em um único volume os cinco livros da cultuada série O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams. 
Com mais de 15 milhões de exemplares vendidos, a saga do britânico esquisitão Arthur Dent pela Galáxia conquistou leitores do mundo inteiro. O humor ácido e as tramas surreais de Douglas Adams se tornaram ícones de uma geração e seguem fascinando – e divertindo – leitores de todas as idades. Pegue sua toalha, embarque nessa aventura improvável e, é claro, não entre em pânico!
OBS: Quer dá uma pequena conferida em um trecho do livro? é só clicar AQUI .
E aí, gostou dessa novidade?

Beijos!                                                                                                       ~ Cris.                                                                                                                                            

Resenha - Por quê eu? - Sinélia Peixoto







Título: Por quê eu? - Triologia do eu
Autora: Sinéla Peixoto
Editora: Chiado Editora
Páginas: 496 páginas



                      Segue a sinopse abaixo:   

Elizabeth é uma mulher de 28 anos, de Brasília, que decide começar o ano de 2013 de forma diferente. Estagnada? Podemos dizer que sim. Sem perspectiva de mudanças? Também! Ela busca algo melhor para si, por isso vai a Porto Seguro passar o réveillon com as amigas para encerrar uma fase de sua vida e dar início à outra, mais adulta e com muitos desafios. Lá, ela conhece Antônio, um advogado também de Brasília. Eles curtem juntos e quando voltam a Brasília começam um romance. Elizabeth está se descobrindo. Ela pede demissão de seu emprego e começa se dedicando aos cursinhos para concurso. Antônio já é estável e independente. Quem é ela? Ela se pergunta e comparada a ele, ela se acha um Zé Ninguém. Ela se sente perdida em meio à tudo que tem que aprender e descobrir sozinha. Ela é uma pessoa honesta e sincera consigo mesma; luta para se analisar e se entender sempre; ele quer ajudá-la profissionalmente. Ele quer mais! Ela luta contra ele, tenta não se entregar, luta para ser honesta consigo mesma e aprender mais sobre si mesma sempre. Eles se casam, apesar de Elizabeth colocar empecilhos e juntos têm dois filhos. O primeiro livro desta trilogia é sobre esse primeiro momento, no qual os dois estão se descobrindo, ela buscando se profissionalizar, ele aprendendo com ela a se abrir mais, se conhecer, a filosofar, a analisar sua vida, seus pensamentos e a ser honesto consigo mesmo. Os dois buscando um relacionamento cada dia melhor, aprendendo sobre o casamento e também buscando o que os satisfaça sexualmente. Eles se dedicam muito à vida sexual do casal, aprendem sobre o corpo do outro, sobre os gostos do outro; se conhecem e melhoram juntos, com carinho, dedicação e atenção. É um livro no qual Elizabeth discute muito consigo mesma, tenta entender suas neuroses, tenta se descobrir sexualmente e descobrir como é o casamento, a gravidez, a vida a dois e sua luta por melhoria profissional. Com um final muito triste e cheio de esperanças para o próximo livro.

                                                     Resenha:
Sabe aquele livro que te prende? Que não te deixa larga ele nem por um minuto antes de ser terminado? Pois bem, o livro "Por quê eu? " é desses!
O livro " Por quê eu?", da autora Sinéla Peixoto é narrado na primeira pessoa e conta a história de Beth, que assim como todas as mulheres é muito trabalhado.  Com 28 anos, Beth resolve fazer uma mudança em sua vida.
Na virada do ano Beth e suas amigas resolvem viajar para Porto Seguro - BA,  onde lá ela conhece o Antônio, o lindo dos olhos verdes, que é um advogado bem sucedido na sua área e por sinal, lindo por natureza. 
Os dois acabam se envolvendo durante a viagem, durante uma conversa ambos descobrem que residem em Brasília- DF. Beth, por tão "inocente" que é,  não imagina que Antônio iria acabar se apaixonando por ela e que ele vai querer algo mais sério com ela.
Beth acaba se apaixonando,  porém o medo e a insegurança é maior,  mas mesmo com esses sentimentos ela acaba aceitando o lindo pedido de casamento feito por seu galã. 
Elizabeth é uma mulher que tem muito medos a ser enfrentados e precisa abrir mão do seu emprego para estudar e se dedicar a sua linda família. 
O final do livro é surpreendente e acreditem,  é capaz de deixar um louco e você acaba se perguntando " porquê isso aconteceu? ", " e agora?", " o que vai acontecer". Super indico a leitura, vale muito a pena !

           
Beijos!
~ Cris.

Resenha - A Máquina de Contar História - Maurício Gomyde


Autor: Maurício Gomyde

Edição: 1
Editora: Novas Páginas
ISBN: 9788581635040
Ano: 2014
Páginas:
192


Sinopse:

Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos… O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.
Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.


Resenha:

A maquina de contar historia conta uma historia magnífica de uma família que digamos que já não era uma família normal desde quando Viviana, mãe de suas filhas foi diagnosticada com câncer, seu marido Vinicius perdeu o foco em sua família e passou a viver apenas para fama e sua família passou a ser os seus livros, mas tudo mudou quando sua esposa faleceu no hospital sem ao menos a ver pela última vez, então agora Vinicius decide reconstruir sua família que agora já não tem mais uma integrante.  Será que já é tarde?
Tristezas, magoas, tudo mora junto com essa família, Vinicius tem uma luta para reconquistar o amor de suas filhas.


“Agora, o fruto do amor contido na chave que muitos anos antes ele e Viviana haviam jogado no rio voltava na forma de duas filhas e um pai tentando reconquistá-las.” 




É um livro maravilhoso, uma história encantadora, duas filhas ótimas e um pai que aprendeu qual era o seu papel na vida delas, surpresas, emoções, risos e lagrimas. Você se envolve parcialmente nessa historia e quando acabar você vai querer mais. Leia, não perca a oportunidade e eu tenho certeza que você irá chorar, rir e se encantar, assim como eu. 

#primeirolivroquemefezchorar.
#livrosnacionaistambémsãootimos.

Beiijos!
Mandys.


O Livro das Criaturas de Harry Potter

 Oi Jujubas, tubo bem você? espero que sim!   
Bom, hoje resolvi falar um pouco sobre um livro que eu estou louca por ele e que já estou apaixonada. As informações eu peguei no site da Revista VEJA e no final do conteúdo irei deixar o link do site dele, claro se vocês quiserem dêem uma passadinha por lá. Mas, antes eu preciso pedir desculpas a todos vocês e aos escritores parceiros por ter parado de postar, é que eu não estou tendo muito tempo pra fazer postagens e inclusive pensei seriamente em desistir tanto do instagram como do blog... mas, minha cabeça foi iluminada (opaió rsrsrs) e eu estou de volta, não sei se  vou continuar ativa mais sempre que poder vou estar fazendo postagens. Então é isso, e espero que gostem.


O Livro das Criaturas de Harry Potter


Sete anos após o último livro e três depois do derradeiro filme da saga Harry Potter, o universo do menino que descobre ser um bruxinho aos 11 anos de idade continua rendendo frutos. Não só para a sua criadora, a britânica J.K. Rowling,mas também para outros autores interessados em explorar cada pormenor do mundo mágico de Hogwarts, a escola de Harry e seus amigos. Depois de livros como O Universo de Harry Potter de A a Z (Nova Fronteira) e Quadribol Através dos Séculos(Rocco), chega para o público brasileiro através da editora Galera Record, O Livro das Criaturas de Harry Potter, da americana Jody Revenson, afeita a escrever sobre os filmes de Harry Potter e a cultura pop, como os parques temáticos da Disney. No volume, ela detalha as criaturas mágicas e plantas mais importantes que figuram nos oito filmes da franquia, dos famosos lobisomens e dementadores até os menos lembrados, como o exemplar de dragão dorso-cristado norueguês que Hagrid (Robbie Coltrane) ganha em Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001). Jody explica o papel de cada um desses elementos nos longas, conta como eles foram desenvolvidos, com a apresentação de esboços originais e relatos sobre o trabalho das equipes de efeitos especiais das produções, e ainda satisfaz a curiosidade dos fãs com informações sobre as primeiras aparições e as descrições das criaturas nos livros. É um belo exemplar em capa dura, com muitas ilustrações e fotografias e impresso em papel brilhante. Do tipo que colecionadores adorariam ter em suas prateleiras, se não na mesinha de centro da sala.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Como disse lá no inicio, AQUI está o link da Revista VEJA.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Algumas ilustrações do livro a seguir 





Hipogrifo

“O hipogrifo é um equino, com cabeça de águia que pode voar e galopar. Como aprendemos com Rúbeo Hagrid, professor de Trato das Criaturas Mágicas no terceiro ano em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, há  uma etiqueta determinada a ser seguida quando se encontra um hipogrifo: fazer uma reverência e sempre esperar que a criatura vá até você. ”











Beijo Jujubas!
Cris.

Resenha- Sempre Foi Você- Ana Lemos


Título: Sempre foi Você - Trilogia Amores Traçados.
Autora : Ana Lemos
Número de páginas:262
Editora: Novo Século - Talentos da Literatura Brasileira.


Segue a sinopse abaixo:

Quando a brasileira Lucy Somel passou a morar em Nova York ela tinha apenas uma meta: concluir a faculdade de direito e trabalhar ao lado de sua grande amiga Anna. O amor parece não caber em seu projeto de vida, considerando os poucos breves e decepcionantes relacionamentos. 
    No entanto, esta linda e inteligente mulher será surpreendida por uma “forcinha do destino” ao conhecer seu orientador para o trabalho de conclusão do curso. Marco Salvatore é uma lenda dos tribunais, talento que lhe garantiu a fama de ser um dos melhores advogados da cidade, porém, relacionamentos amorosos também não estão em seus planos.
     O desejo entre os dois é imediato, mas será o suficiente para fazer marco mudar de ideia e iniciar um relacionamento duradouro? Ou fazer Lucy acreditar que pode viver um grande amor?


Resenha :

Lucy é uma garota que sonha em trabalhar e estudar fora do Brasil. Aos 16 anos conhece uma americana chamada Anna, que tinha vindo para o Brasil com a sua família, e se tornaram melhores amigas. As duas faziam tudo junto e a família de Anna acabou sendo também a de Lucy. Tinha um problema, Anna iria embora, visto que sua mãe ficou grávida e depois ficaria complicado viajar. Mary, mãe de Anna, juntamente com Michael,  pai da mesma, conversaram sobre a possibilidade de Lucy ir morar com eles em NY, assim ela cuidaria do bebê e estudaria. A mãe de Lucy permitiu a ida de sua filha. Anna e Lucy eram como irmãs e até o mesmo curso na faculdade resolveram cursar.  Tudo estava perfeito, elas terminaria a faculdade e já teriam um emprego garantido na empresa de Michael, pai de Anna. Porém, tudo começa a sair dos trilhos quando Lucy inicia o seu trabalho de TCC e conhece seu orientador, que ela pensava ser um homem idoso,  casado e com filhos. Marco é um advogado muito famoso e muito respeitado, que vivia sendo pressionado pela mãe para arrumar uma mulher e dar netos a ela. Marco não tinha nenhum interesse em casar e muito menos ter filhos. Tudo começou a mudar quando seu novo pupilo, nesse caso pupila, fez ele perder o fôlego logo a primeira vista, sem que os dois pudessem evitar.

Será que Lucy dará uma chance para esse amor? E Marco? Será que vai se render aos encantos de uma brasileira e abrir o coração?

Enfim , Marco é aquele cara que você deseja por perto sempre. Sabe aquela música de Roberto Carlos, "Esse cara sou eu"? Então esse cara é o Marco.

Um livro que você consegue ler em um dia e que além de falar do amor entre homem e mulher, fala de uma grande amizade.

Esse é só o primeiro livro da trilogia. Adquira o seu e se encante com essa linda história.

Beijos!

Mandys

Resenha- No Centro da Terceira Fileira- G.C.Neves



Título: No Centro da Terceira Fileira
Autor: G.C. Neves
Editora: Chiado Editora
Número de páginas: 278 páginas
Gênero: Ficção 


Segue a sinopse abaixo:
Você conseguiria imaginar o que a pessoa ao lado está vivenciando? Alguma pessoa já conseguiu dominar os seus sentimentos e as suas atitudes? Você já fez isso com alguém? Até que ponto a brutalidade de um homem pode ser dominada pela simplicidade de uma mulher? Beleza, um corpo esbelto ou popularidade seriam pontos fortes ou sinais de fraqueza? Quem está em vantagem no jogo da sedução?
Perguntas como essas são respondidas nesta obra, que aborda as coisas simples desses confrontos cotidianos, de maneira crua e por muitas vezes obsceno. Descaso, confiança, amor, sedução e sexo são coisas tão banais e tão presentes em nossas vidas que, quando fogem ao nosso controle, nos perguntamos onde erramos. Contudo, na verdade, sem querer, permitimos que elas estivessem sempre a nossa frente.

Resenha:

No centro da terceira fileira do autor Guilherme C. Neves, é um livro apaixonante e que deixa as pessoas confusa às vezes, sem entender  os pensamentos do Rob, que é o personagem principal da história.
O livro tem uma escrita fácil de desenrolar  e não é complicado entender a historia em si, mas sim os sentimentos do Robson ( Como coloquei no parágrafo a cima)... Você se sente como se fosse o próprio Robson, até porque é possível sentir a mesma angústia e agonia que ele sente.
Rob é um rapaz de corpo atlético que estava repetindo o ano letivo mais uma vez, e que se inspirou em uma prima que se tornou médica e bem vista por toda a família. Focado nos estudos ele nem prestava atenção nos outros alunos que sentavam ao seu redor, nem mesmo as quatro meninas lindas que sentavam a sua volta ali no centro da terceira fileira, até que um dia uma delas se dirigiu até ele e lhe pediu para que guardasse um lugar para ela no dia seguinte, pois morava longe e iria chegar atrasada no próximo dia ... ele então todo certinho e sabendo que não é permitido guarda lugares, respondeu a ela que não em um tom arrogante... E ai então começa todas as emoções da historia.
   Na manhã seguinte ao chegar no colégio cedo como sempre fazia Rob percebeu que uma das quatro meninas havia chegado antes dele e tinha guardado o lugar preferido dele, mais um a sua direita e dois a sua esquerda. Daí em diante começa meio que um disputa por aquele lugar preferido. No meio disso tudo ele vai começa a sentir uma atração muito grande pela linda garota chamada Bel... vou parando por aqui pra não soltar spoiler.


E para finalizar eu não poderia deixar de dizer que a tal de Gisele é uma vaca humana e sem coração.



Beijos Amorecos!
- Cris

Entrevista com o autor Jim Carbonera.

Entrevista com o autor Jim Carbonera.

1- Qual sua principal inspiração para escrever?
R: Sou um cara consumido pelo cotidiano e por tudo que me cerca. E muito da minha narrativa é baseada nas entranhas da sociedade. Pela parte subversiva do ser humano, aquela que tentamos esconder.

2- Quando você descobriu que queria ser escritor?
R: Li o livro Factótum do escritor Charles Bukowski. Quando terminei sua última página, estava dominado pelos relatos da obra. E ali pude ver que a literatura era muito maior do que eu imaginava. Que poderiam ser descritos relatos intensos e explícitos sobre temas simples, como um porre, um sexo malfeito etc. A partir daí, comecei a escrever num blog e, conforme elogios eram feitos, me peguei pensando na possibilidade de escrever profissionalmente. E foi o que fiz.

3- É preciso ser muito perseverante para ser um escritor e publicar um livro?
R: Muito. O que acontece é que a sociedade brasileira leva a arte como um hobby. E isso me deixa indignado. Muito dessa mentalidade é por culpa dos próprios artistas que, ao invés de assumirem a arte como uma profissão, preferem se esconder atrás do emprego que os sustenta. Sempre que me perguntam o que eu faço, digo sem titubear: Sou escritor. Agora, se o meu sustento vem daí ou trabalho em outra coisa, pouco importa. Me sinto como um escritor e tenho competência e paixão para me assumir como tal. Acho que a literatura está abarrotada de aventureiros que não respeitam a arte de escrever ao tratarem-na como um simples passatempo.  
 
4- Que dicas você daria para quem está começando a escrever um livro?
R: Respeitá-la. Doar-se a ela. Ter a consciência de que você terá que remexer em muita merda do passado e do presente. Se o aspirante a escritor tem outras prioridades além de escrever, esqueça, pois não será merecedor de seguir na profissão. Volta e meia alguém vem me consultar dizendo que ama escrever e não sei o que, mas sempre tem um empecilho para pôr no papel o que tem em mente. E eu digo: “então nem inicie, você ainda não está preparado. O dia que ela estiver acima de filmes e WhatsApp, quem sabe aí você possa começar.”  
 
5- Você acha que a educação atualmente é de boa qualidade?
R: Nem vou entrar no mérito escolar. Acho que como um todo o brasileiro é um povo mal-educado. Não digo má-educação no sentido de não ser solícito. E sim, no quesito corruptível. Cobramos dos nossos governantes mas somos extremamente desprezíveis em respeitar algumas normas básicas de educação para se viver em harmonia. E um dos grandes culpados é a confusão que se faz entre “jeitinho” e malandragem. O jeitinho brasileiro é um método honesto e criativo para se resolver um problema. Diferente de malandragem, que, na maioria das vezes, é o esforço contínuo em tirar vantagem de maneira desonesta e traiçoeira. E hoje em dia, infelizmente, utilizamos muito mais a malandragem do que o jeitinho.


6- Você é eclético quanto a leitura?
R: Não. Acho bobagem que como escritor seja obrigado a ler de tudo, até mesmo um estilo que eu não goste. Essas verdades absolutas me chateiam pra caralho. Leio normalmente o que me dá prazer. Uma ou outra vez posso abrir uma exceção. Porém, não me obrigo a explorar mundos que me incomode e me traga enfado.


7- Você vê imagina fazendo outra coisas que não seja escrever livros?
R: Profissionalmente, não.

8- Esta com algum plano de um novo livro em mente?
R: Sim. Assinei em março um contrato com uma editora de São Paulo. Provavelmente que entre os meses de agosto e outubro minha nova obra seja lançada. Se chamará Royal 47. Falará da relação, quase íntima, de um aspirante a escritor com sua máquina de escrever. Além de relatar os acontecimentos da nova fase da vida do protagonista.


Instagram: @jimcarbonera
Site: http://www.jimcarbonera.com/
Facebook: https://www.facebook.com/jimcarboneraoficial
Twitter: https://twitter.com/JimCarbonera

Cris.
Abraços!